Loading...

jeudi 26 décembre 2013

Obra "Solsticio" de Jairo Pereira e Juliana Notari no Sesc Santana

A estréia da obra aconteceu no dia 22 de dezembro de 2013 no Sesc Santana. Uma performance-instalação criada pelos artistas Juliana Notari e Jairo Pereira.

Abaixo algumas imagens:

















mercredi 4 décembre 2013

Nova parceria

Mais uma parceria, destas que move o DuoAnfibios em suas criações. 
Juliana Notari e Jairo Pereira se juntam para o projeto "Ainda estamos vivos", uma série de obras que discute as diversas formas de opressão, e a maneira como as pessoas se relacionam dentro disso. 
Dois anti-conformistas que usam o ser artista, em prol às causas que os afetam efetivamente como o racismo e o machismo. 
Nestas pesquisas, se aprofundam na síntese da criação de obras que comuniquem com os mais diversos públicos e no caso deste projeto, realizados sempre em espaços públicos. 
Quando os artistas optam em colocar suas obras nas ruas de uma cidade tão caótica e tenaz como São Paulo, se almeja claramente a quebra do ciclo do cotidiano de centenas de pessoas que circulam naquele espaço, naquele certo momento. Cria-se instantaneamente uma relação entre individuo – espaço – tempo, ou seja, um evento.

Espera-se a quebra desta relação que a cidade de São Paulo propõe, em que os seres habitantes entram num ritmo frenético do dia-a-dia, saindo de suas casas, munidos de seus carros, e entrando no que a artista Priscilla Davanzo chama de "Caixas Herméticas". Existe a não-relação com o espaço publico e com a cidade como um todo, esquecendo dos diversos contextos existentes. 

Mudar o cotidiano destas pessoas, levando uma performance, um manifesto poético, estético, discutindo o que também é corriqueiro e comum como o genocídio , o racismo e a forma velada que se trata no meio do caos e desta eterna relação monetária, é o que se almeja. 
A primeira obra "Os Mendonças" aconteceu na Rua Oscar Freire, na cidade de São Paulo no dia 16 de novembro. 
Vejam o video: http://www.youtube.com/watch?v=EPIKHLzArAk
Em “Os Mendonças” , a marionetista Juliana Notari e o ator Jairo Pereira colocam na rua 5 personagens mascarados e marionetizados, que representam o sistema de opressão que é mantido vivo por centenas de anos no Brasil e que impossibilita o desenvolvimento social e a valorização do negro, resultando em dados alarmantes como o genocídio étnico desta juventude.

Os Mendonças são os quatrocentões , os recentes descendentes dos bandeirantes, dos colonizadores pioneiros do Brasil , que durante o ato se relacionam de forma opressora com o ator negro, que é a resistência. 



No dia 22 de dezembro, Jairo e Juliana apresentam no Sesc Santana, outra performance, que se chama Solstício
Performance interativa que nasceu a partir da necessidade de discutir o que são as relações e inter-dependências entre as pessoas no hoje, e nada mais simbólico que o Natal como espaço-evento para que isso aconteça.
Julliana Notari investiga essa relação “unipersonal” com o publico já a algum tempo, que aqui é colocado intimamente em cena, em meio aos dois artistas.
As historias são contadas como uma conversa de dois amigos que não se encontram há muito tempo e que viram, passaram e viveram lugares desconhecidos. 
Em janeiro e fevereiro, estarão no Sesc Bom Retiro com a obra "Para Eulalia". Dois atores, poemas eróticos, objetos e uma marionete que quer se libertar: esses são os elementos essenciais que se fundem e dão corpo a esta performance.
Eulália é metade mulher, metade marionete. Ela tem algo a dizer e não consegue, pois comeu uma flor, e agora está engasgada. Ela quer falar, é algo belo, mas fica embebecida com o gosto da própria flor, que é o sentimento, a essência do quer quer dizer. Toda vez que cria coragem, o gosto da flor toma conta de seu corpo e esquece as palavras.
O dois atores tentam traduzir o que Eulália nunca consegue falar, num dialogo poético acompanhado de imagens, gestos resignificando objetos do cotidiano desta personagem.
Eles querem libertar a marionete, o amor em flor e os afetos. 

jeudi 28 novembre 2013

Fabulosos Armarios

 OS FABULOSOS ARMÁRIOS são 4 instalações cênicas interativas e cinéticas montadas e construidas dentro de armários antigos de forma que remetam a outro tempo. Quatro contos clássicos são revisitados: A Branca de Neve, O Pequeno Polegar, João e Maria, A Roupa Nova do Rei.


Criação: Fabio Supérbi e Juliana Notari
Vina Simões: Cenotecnica
Eduardo Brechó: Trilha Sonora original 
Narração Pequeno Polegar: Jairo Pereira
Lina Lopes e Luis Leao : Luz e mecanismos
Priscilla Davanzo: Produção executiva 

Até 14 de dezembro no Sesc São Caetano!!!!!
 















samedi 4 mai 2013

Velhas Caixas na Mostra SESC de Teatro de Animação 2013

Ola meus queridos!!!

Boas noticias... apresentarei "Velhas Caixas" na Mostra SESC de Teatro de Animação 2013, que acontece de 28 de junho a 7 de julho. Sera apresentada toda a série de 5 espetaculos, em 9 unidades do Sesc São Paulo, incluindo capital e interior!!

Daqui a pouco postarei a programação completa!!




Estudo sobre o Vento

Após uma década de muito trabalho e uma parceria frutífera, os artistas Fábio Supérbi, Juliana Notari e Milena Filócomo, do Duoanfíbios e do Núcleo Vendaval, decidiram oficializar e ampliar esse processo. Criaram o Coletivo de Ventiladores.
Em 2012 esses três artistas queriam ampliar as suas possibilidades de criação.
Afinal, depois de anos de verticalização nos estudos para os espetáculos dessas companhias, cada um desses criadores pôde aprofundar suas pesquisas pessoais. Fábio e a narrativa, Juliana e a marionete e ainda, Milena e a corporeidade.
Depois de retornar de sua residência na França, Juliana reencontrou com Fábio e Milena para criar o espetáculo “As Casas” (que deu origem ao livro homônimo).
Esse processo de trabalho, a forma como foi idealizado, desenvolvido e levado à cena, tornou evidente o que viria a seguir, a formação do Coletivo.
O coletivo vai além das terras brasileiras, conta com a companhia italiana La Capra Ballerina, de Laura Bartolomei. Laura é outra antiga companheira do Duoanfíbios e esteva em turnê no Brasil em 2012, o que permitiu que ela também colaborasse na pesquisa e criação de “As Casas”.



Durante um mês, foi feita uma residência de criação no Sesc Santo Amaro, dentro do Espaço das Artes, uma sala de vidro, para a criação do projeto "Estudo sobre o Vento"













mardi 11 décembre 2012

AS CASAS!!!!

O espetaculo AS CASAS de Juliana Notari e Fabio Superbi, grande parceria entre as cias DuoAnfibios e Nucleo Vendaval... começa o ano com agenda cheia!!! Confiram no blog do projeto!!!

www.ascasasespetaculoelivro.blogspot.com









salut!!!

Qui êtes-vous ?

Brazil
A cia DuoAnfibios foi fundada em 2004, por Juliana Notari e desde então desenvolve pesquisas nas artes das marionetas e outras artes.Passou um período de 4 anos de residencia na França para se aprofundar e desenvolver novas tecnicas de construção e manipulação. Realizou grandes turnês em diversos paises como: Argentina, Bolivia, Brasil, España, Francia, Italia, Letonia, Suiça, Republica Checa, Korea y Mexico.